O que são ETFs? Exchange Traded Funds

Este é o primeiro post sobre Finanças que vou começar a escrever aqui para ajudar o pessoal. Quero deixar bem claro. NÃO SOU ESPECIALISTA EM INVESTIMENTOS. NÃO SOU ASSESSOR DE INVESTIMENTOS. NÃO RECOMENDO INVESTIMENTOS. Sou apenas um curioso que começou a gostar deste assunto e quer compartilhar um pouco do que aprendeu. Vamos em frente? 🙂

Eu confesso que demorei um pouco para entender este conceito e fiquei muito surpreso quando soube de sua existência. De forma bem resumida, um ETF é algo que facilita a vida do pequeno investidor e aquele que está começando.

Na bolsa de valores estão listadas ações de dezenas de empresas diferentes, também de diferentes segmentos, como bancos, empresas de energia, mineradoras, varejistas, alimentação e várias outras. Você pode optar por segmento ou mesmo por empresas específicas de um determinado segmento. O problema disso tudo é que você vai precisar de bastante tempo para acompanhar essas empresas, pesquisar sobre elas e ter informações suficientes para garantir que esteja investindo em uma empresa que realmente vai lhe trazer algum retorno.

Justamente por demandar tempo e um pouco de experiência, os ETFs entram para justamente ajudar os iniciantes. No lugar de comprar ações de uma empresa ou segmento específico, você compra um ETF que vai expor seu capital a alguns índices, como o Índice Bovespa por exemplo. É como se você investisse em todas as empresas ao mesmo tempo. Confuso? Vamos a alguns exemplos.

Exemplos de ETFs

BOVA11

Talvez o mais famoso dos ETFs. Conhecido como iShares Ibovespa Fundo de Índice (BOVA11) é um ETF que busca refletir a performance do índice Bovespa. Criado em 2008, consiste principalmente em ações da carteira teórica do Ibovespa.

Veja abaixo o gráfico dos últimos 12 meses de BOVA11 comparado com o Índice Bovespa:

BOVA11
BVSP

Se notar, é como se estivéssemos olhando para o mesmo gráfico. Ou seja, BOVA11 realmente reflete o Índice Bovespa (BVSP). Neste caso, para quem quer começar a investir em ações e não quer se preocupar muito em escolher ações separadamente, é BOVA11 é uma boa opção.

SMAL11

SMAL11 ou iShares Cap Fundo de Índice é um ETF que busca refletir a performance do Índice Small Cap (SMLL), que por sua vez busca refletir os ativos de empresas com menor capitalização na B3.

Para entrar neste índice, as empresas devem estar fora da lista que representam as 85% mais valiosas de todas as empresas da B3, ou seja, separa a “galera” que vale mais e os 15% dos que “valem menos” entram nesse índice.

O “legal” de investir em SMAL11 é que automaticamente você está investindo em um monte de empresa com potencial de crescer muito ainda. Eu particularmente gosto muito de Banco Inter (BIDI11 e BIDI4). Aqui entra um conceito que eu vou comentar futuramente que é investir em empresas que você é cliente. Eu sou cliente Banco Inter, gosto muito da proposta deles, acredito que ainda vão crescer muito. Por este mesmo motivo existem outras empresas do SMLL que me fazem apostar nele.

Vamos dar uma olhada em gráficos:

SMAL11
ibovespa
IBOV

Podemos observar que mesmo seguindo apenas as 15% menos valiosas, SMAL11 segue uma variação muito parecida com o Índice Bovespa. Dessa forma, vale apostar também pois o investimento no longo prazo tende a ser positivo.

IVVB11

Com o IVVB11 você pode começar a investir parte do seu capital em empresas nos Estados Unidos. Geralmente quem está começando já enfrenta dificuldades para investir aqui mesmo no Brasil. Quando pensarmos em investir em empresas de fora, aí a coisa complica mais ainda. Existem várias ferramentas para expor seu capital em investimentos nos EUA e este é bem interessante para quem está começando.

O iShares S&P 500 Fundo de Investimento – Investimento No Exterior é um ETF que busca refletir a performance do Índice S&P 500 em reais (S&P 500 Brazilian Real Index). Para quem não conhece, o S&P é a abreviatura do Standard & Poor’s 500 Index. Trata-se de um índice financeiro que lista as maiores ações cotadas nas bolsas americanas. Ou seja, parece interessante expor o capital com este ETF.

Vamos ver o gráfico deste ETF:

IVVB11
Nasdaq

Se observarmos portanto os dois gráficos, vemos também bastante similaridade, o que facilita de certa forma os investidores iniciantes.

Resumo

Eu procurei aqui mostrar alguns dos ETFs que eu já investi. Existem outros e mesmo esses que citei possuem vários outros detalhes como taxas de administração, detalhes de quanto do capital é investido em quais proporções e algumas outras informações. Para um primeiro post, acho que vai ajudar quem está com dúvidas assim como eu estive no começo. Pretendo ir escrevendo com o tempo mais detalhes de tudo que for falado, assim vou poder ir conectando uma coisa com outra.

Ficou com alguma dúvida ou quer discutir sobre esses assuntos? Utilize os comentários abaixo ou me mande um email: contato@rodrigofavaro.com.

Peguei boa parte das informações deste post no InfoMoney.