Apple apresenta novo Macbook Pro

A Apple anunciou hoje (27/10) seu notebook mais potente, o MacBook Pro. De longe o “queridinho” dos profissionais, seja ele um DJ, um editor de vídeos, um designer, programador ou qualquer outro profissional que precise muito do computador.

O novo MacBook conseguiu surpreender com um recurso novo, aparente simples de implementar, mas que ninguém nunca tinha pensado antes: a Touch Bar e Touch ID. Essa “barrinha f***” vai trazer uma série de novas possibilidades, tanto aos usuários finais quanto aos desenvolvedores de aplicativos, que vão poder pensar em várias formas de utilizar este recurso. O Touch ID, que no Brasil além de servir como senha para aplicativos, vai servir também futuramente para pagarmos nossas contas quando o Apple Pay estiver funcionando no Brasil. Ah, e claro, é mais uma ferramente para os devs abusarem na criatividade.

novo macbook pro 2016 touch bar
Novo MacBook Pro 2016 (modelo de 13″)

Fora a Touch Bar, algumas novidades interessantes. Vejamos as principais:

  • 17% mais fino (modelo de 15″);
  • Gráficos 130% mais rápidos;
  • Flash Storage 100% mais rápido;
  • Bateria com 10 horas de duração (1 a mais que o modelo anterior);
  • Tela mais brilhante com 25% mais cores e 67% mais contraste;
  • Som melhorado com um volume 58% maior;
  • Teclas 4x mais estáveis;
  • Trackpad 2x maior;
  • Conexão Thunderbolt 3, com suporte a múltiplas conexões, além de altas velocidades na transmissão de dados;
  • Já vem equipado com o novo macOS Sierra;

Bom, é claro que isso foi só um resumo de tudo que foi apresentado. A apresentação oficial da Apple está disponível através do endereço http://www.apple.com/apple-events/october-2016/ (áudio e legendas em inglês).

Para mais detalhes, fotos e valores, é só acessar o site da Apple:

O modelo ainda não está disponível para compra no Brasil, mas já podemos o abuso os preços que serão praticados por aqui. O modelo mais em conta sai pela bagatela de R$ 9.799,00 (US$ 1.299) e o mais caro, sem mexer na configuração original, sai por R$ 21.299,00 (US$ 2.799).

Não posso encerrar esta publicação sem fazer um desabafo em relação a esses valores. O modelo mais caro, pagando-se o imposto de importação, possíveis taxas de entrega e qualquer outro tipo de custo, poderia sair sem fazer muita conta por R$ 14.000,00 (dólar hoje a R$ 3,16). Apesar de ainda muito caro para a realidade dos Brasileiros, uma diferença gritante. Com essa diferença podemos viajar para os EUA, comprar o MacBook e de sobra ainda voltar com um iPhone novo. Vai entender essa Apple Brasil… (mas ainda continuo super fã, claro rsrs).

Se alguém comprar, não deixa de interagir nos comentários e dizer o que está achando do aparelho.